Dra. Juliana Kikuda | Dentes amarelados: Aprenda como evitar
227
post-template-default,single,single-post,postid-227,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Dentes amarelados: Aprenda como evitar

Dentes amarelados: Aprenda como evitar

Existem muitas causas para dentes amarelados como a ação de alimentos, bebidas, medicamentos e hábitos ao longo do tempo e com o passar dos anos, os dentes começam a escurecer, ficar amarelados.

A camada de esmalte dentário que reveste a coroa dos dentes vai passando por um desgaste natural. Como esta é translúcida, vai deixando assim transparecer a camada mais interna de dentina que apresenta uma tonalidade mais amarela do que o esmalte que o cobre.

Inicialmente isso pode começar através de uma mancha amarela ou algumas manchas amareladas ou, então, pode verificar-se um escurecimento dos dentes de uma forma mais generalizada.

Alguns fatores que pode desencadear esse amarelamento nos dentes é o consumo de café que deixa, com o passar do tempo, os dentes amarelos ou amarelados, ou vai favorecendo o escurecimento ou pigmentação dos mesmos.

O consumo de várias bebidas e alimentos como o chá, vinho tinto, o café, determinados refrigerantes e certos alimentos, assim como a ingestão excessiva de flúor e de alguns medicamentos como antibióticos.

Os fumantes são também um dos alvos de maior risco e propensos a evidência de manchas nos dentes.

Existem também os fatores genéticos que influenciam a tonalidade dos dentes.

A prevenção é sempre a melhor solução realizar uma higiene oral correta e visitar regularmente o seu dentista.
Vamos juntos evitar o amarelamento do seu sorriso.